máscara

VEM… É CARNAVAL!

Edson Carlos Conta - Gentleman Pantaneiro

 

Eu fui o apito chamando você pra avenida,

Eu fui tamborim repicando no seu coração,

Eu fui fantasia de amor enfeitando sua vida,

Depois virei cinza jogada, atirada no chão...

 

O vento me trouxe de volta e caí em seus braços,

Você me acolheu com abraços sentindo, afinal,

Que o sonho e a tal fantasia serviam pra sempre,

Fingimos ser terça-feira, ainda Carnaval...

 

Agite esses braços... Abrace a bandeira sorrindo,

E quando a saudade, um dia, vier maltratar,

Pense que está na avenida, dançando e ouvindo

O som do apito novamente a chamar...

 

Vem, querida...

 

"A passarela se enfeitou de luz e cor,

Evolua nossa bandeira,

Que nosso enredo é uma história de amor"...

 

Recebi por e-mail. Desconheço a origem da formatação

"ME ABRAÇA, ME BEIJA"
Cantor e Compositor Joãozinho Carioca

Compartilhe






Siga-nos